domingo, 30 de Setembro de 2007

Frango com Iogurte

Este franguito faz-me voltar ao passado, era uma receita habitual da minha mãe e das minhas tias...
(penso que seja um daqueles tesouros que se encontram nas Tele-Culinárias mais antigas...)



Num tacho colocar:
1 fio de azeite
2 cebolas às rodelas grossas
2 dentes de alho
1 frango cortado aos bocados (sem pele)
2 cravinhos
2 iogurtes naturais
meio copo de vinho branco
sal e pimenta



Dar uma mexidela rápida com uma colher de pau e levar ao lume com o tacho tapado, durante 25 minutos.



Verificar a cozedura e, com um garfo, retirar os pedaços de frango para um prato de serviço fundo, retirar os 2 cravinhos e bater o molho com a varinha mágica.



Deitar o molho obtido sobre o frango e servir com batatas fritas, arroz branco ou puré de batata e salada.



Fica com um molho bem cremoso, mesmo não tendo natas...
Experimentem para ver!

sábado, 29 de Setembro de 2007

Desafio

Decididamente esta é a semana dos desafios...
Para terminar em beleza a querida amiga Luciana fez-me um que vou aceitar, claro.


Consiste em abrir o primeiro livro que me aparecer pela frente, abri-lo na página 161 e transcrever a quinta frase completa (não se pode escolher o livro, nada de batota!).

Do livro «A Fórmula de Deus» de José Rodrigues dos Santos:
"Os fotões são particulas sem massa, encontram-se em estado de energia pura e nem sequer experimentam a passagem do tempo."

Vou passar a bola às:

Primária Old
Setora
Ana Cristina
Carla
Smas


Beijokas para todas...

quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

5 Estrelas





A querida Romy fez-me esta bela surpresa que me deixou muito feliz...
Obrigada amiga...
Vou passar o testemunho a outras 5 amigas, porque só podem ser mesmo 5... senão seriam muitas mais!

Natercia
Anette
Migas
Mucha
Marizé

Uma beijoka a todas... e uma especial à Nanda porque hoje também me ofereceu as 5 estrelas.

sábado, 22 de Setembro de 2007

Arroz de Tamboril

E só porque hoje é sábado...

... temos arroz de tamboril para o almoço!




Fazer um refogado com alhos picados, uma folha de louro, coentros picados, azeite e um pedacinho de margarina.
Juntar as postas de tamboril e temperar com três colheres de chá de massa de pimentão, sal e uma pitada de pimenta.



Cobrir o tamboril de água e, quando ferver, juntar arroz agulha.
Juntar ainda meio quilo de camarão descascado.



Rectifique o sal e a pimenta e deixe cozinhar, durante uns 10 minutos.
Por fim, apague o lume e acrescente mais coentros picados.
Tape o tacho e deixe apurar mais 2 ou 3 minutos antes de começar a servir.






É assim que gostamos dele, malandrinho!!!
E vocês?

quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

7 Momentos da Anna

Desafiando a distância geográfica e a distância temporal, a querida Migas convidou-me a participar nesta diabrura, como ela tão carinhosamente lhe chama...

Vamos lá, então!
  • A emoção do meu primeiro dia na escola primária, aos 6 anos. Gostei tanto que ainda não saí de lá... (lol)
  • A fascinação da primeira ida ao cinema. Tinha 8 anos e fui ao Tivoli ver Musica no Coração, com a minha mãe.
  • A aventura das primeiras férias sem os pais e o irmão. Tinha 16 anos, foi em Chaves, com o Z, que agora é meu marido, mas nem namorado era nessa altura.
  • O tempo em que estive hospitalizada, aos 17 anos, por ter partido o pé esquerdo, o respectivo tornozelo e a tibia e peróneo. Parece estranho, mas nesse tempo eu cresci muito, descobri que tudo é relativo, que nada deve ser sobrevalorizado, que há sempre alguém pior do que nós ... e muitas outras coisas que fizeram de mim a pessoa que hoje sou. Descobri ainda o verdadeiro significado da palavra AMIZADE!!!
  • O entusiasmo do meu primeiro dia de trabalho, numa escola pequenina, perdida numa aldeia do concelho de Torres Vedras (eu é que estava perdida, claro!), com os 28 alunos mais queridos do mundo, que me tratavam por «minha senhora», a mim que tinha apenas 22 anos e me sentia quase tão gaiata como eles.
  • A energia positiva sentida no dia do meu casamento - o assumir perante Deus e todos que o Z e eu queriamos construir o futuro juntos.
  • O sétimo é o melhor de todos - a FELICIDADE plena sentida no dia em que nasceu o P e olhou para mim com olhos de quem já me conhecia de algum lado.

E seguindo o exemplo da Migas, vou partilhar a minha pessoa convosco:

Agora desafio as amigas Risonha e Agdá, para esta brincadeira, caso lhes apeteça, claro!

sábado, 15 de Setembro de 2007

Lulas Mistas Grelhadas

É mais uma receita da Milinha...
... são simplesmente fantásticas estas lulas!!!

1º - Fazer rolinhos com queijo flamengo e fiambre.






2º - Encher as lulas, já arranjadas, com estes rolinhos.

Prender, no topo, com 1 palito.


3º - Grelhar as lulas.



4º - Entretanto, fazer um molho com azeite, alhos esmagados e coentros picados e levar ao lume sem deixar ferver.

5º - Introduzir as lulas, depois de grelhadas, no azeite quente e rebolá-las para tomarem o sabor dos alhos e coentros.


Já está! Reguei-as com o sumo de uma lima.


Acompanham-se com puré de batata e salada.



Quem é capaz de resistir a um recheio destes?

Eu não!...

sábado, 8 de Setembro de 2007

Caldeirada

Cá em casa, sábado é, muitas vezes, sinónimo de caldeirada...
Hoje não foi excepção!



Arranje 1,5 kg de peixes variados (tamboril, raia, cação, 1 posta aberta de safio - só 1 e da zona da barriga porque são as que não têm aquelas espinhas horrorosas... ), retirando as espinhas maiores e partindo aos pedaços grandes.


Corte 800 g de batatas às rodelas assim como 3 tomates e 4 cebolas grandes.

Corte também meio pimento verde e meio pimento vermelho às tirinhas.

Pique 5 dentes de alho.

Num tacho grande, fora do lume disponha:

- uma camada de ameijoas;

- uma camada de rodelas de cebola;

- polvilha-se com salsa picada e alhos picados;

- uma camada de rodelas de batata;

- uma camada de peixe e algumas tirinhas de choco limpas;

- cobre-se com tomate, mais cebola, salsa picada e tiras de pimento verde e vermelho;

- rega-se com azeite, 1 copo de vinho branco e tempera-se de sal e pimenta, 1 folha de louro e colorau.


Repetem-se as camadas até acabar os ingredientes (com estas quantidades dá para mais uma vez).

No topo, colocam-se uns camarões descascados e mais salsa aos bocadinhos.

Coloca-se o tacho sobre lume forte até iniciar a fervura, depois reduz-se e deixa-se cozinhar tapado.

Nota: nunca se mexe, se necessário agita-se o tacho cuidadosamente...
Já está!
Até para quem não gosta de peixe, o cheirinho é um consolo...

quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

Camarões ao Sol

Estes não precisam de protector solar, claro!


Põem-se os camarões a descongelar, umas 2 horas antes da preparação, com umas pedrinhas de sal, num escorredor para a água da descongelação não ficar acumulada.



Coloca-se uma boa quantidade de azeite numa frigideira e juntam-se 6 dentes de alho, descascados e esmagados, uma folha de louro e um piripiri.

Quando o azeite está quente, juntam-se os camarões escorridos, polvilham-se com um pouco de paprika e deixam-se fritar um pouco de um lado e doutro (viram-se sacudindo a frigideira).


Quando estão vermelhos, tapa-se a frigideira com uma tampa e deixam-se "suar" durante uns 3 minutos.

Destapa-se a frigideira, regam-se os camarões com o sumo de meio limão e polvilham-se com coentros picadinhos.



(Descobri agora que tirei a foto antes de juntar os coentros...upssss!)

Servem-se com gomos de limão e muito pãozinho para o molho que é superbom...


terça-feira, 4 de Setembro de 2007

Filetes 2ª Feira

O melhor para alguns cá de casa é os filetes não terem espinhas...



Tempere filetes de linguado (podem ser congelados) com sal, pimenta e sumo de limão e deixe ficar umas 2 horas.
Doure os filetes dos dois lados em azeite quente e alhos picados.
Retire os filetes, escorra-os e coloque-os num pirex.
Num bocadito do mesmo azeite junte 1 lata de tomate triturado com pedaços de alho e deixe ferver até obter um molho espesso.
Retire do lume.
Junte 1 iogurte natural, mexa bem e tempere de sal, pimenta e oregãos.
Deite este molho sobre os filetes e cubra-os com fatias de queijo flamengo.
Leve ao forno até o queijo derreter.
Sirva com batatas fritas/arroz branco e salada.

sábado, 1 de Setembro de 2007

Lasanha à Bolonhesa


Este é o prato preferido do P...

e do Garfield também!

... a salada verde é que não chegou a tempo da foto!

Picar miudinho 100g de cogumelos frescos, 1 cebola pequena e 2 dentes de alho.

Alourar com um fio de azeite.

Juntar 500 g de carne de vaca picada, misturar bem e deixar fritar um pouco.

Adicionar uma lata de tomate triturado com ervas, misturada com 1 dl de vinho branco.

Deixar cozer em lume brando até obter um molho bem espesso.

Temperar com sal e pimenta a gosto.

Num tabuleiro de ir ao forno e à mesa, untado com margarina, colocar uma camada de placas de lasanha, lado a lado, evitando que fiquem sobrepostas (uso placas de lasanha que não precisam de pré-cozedura).

Tapar com o molho da carne.

Regar com molho Béchamel e polvilhar com queijo mozzarella ralado.

Repetir, por esta ordem, até acabarem os ingredientes, terminando com uma camada de placas de lasanha, regadas com Béchamel.

Polvilhar com cubos de queijo de duas cores (estes cubinhos eram poucos, sobraram da Saladinha de Taglioline, mas resultaram muito bem, dando outra cara à lasanha e tornando-a mais gira!).

Levar a gratinar em forno moderado (200ºC) aproximadamente 40 minutos.

Claro que foi logo atacada... pela brigada dos gulosos!

Ainda sobrou um bocadinho para contar a história...