quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

2010 está à porta...

... e vai entrar!

Não te preocupes com o que já foi... já não pode mudar.
O FUTURO é o que nos interessa!
É ele quem desperta a esperança em dias melhores...

FELIZ 2010!!!!

terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

Arroz/Risotto de Cogumelos Secos

Será arroz, será risotto?
Muito bom, era de certeza, com um sabor caracteristico...
Malandrinho também, porque é assim que gostamos dele.
Tudo começou quando a colega e amiga MZ me ofereceu um saquinho de cogumelos secos.
Como, para mim, eram novidade absoluta, recorri aos conselhos sábios do amigo Luís Pontes sobre a melhor maneira de os preparar.

Coloquei-os de molho em água fria, durante umas 8 horas.
Mudei a água 3 vezes.
Só guardei a última (as duas primeiras eram muito castanhas e com um cheiro muito intenso, quase desagradável).

No tacho de barro preto coloquei azeite e dentes de alho e deixei aquecer, até dourarem ligeiramente.

Juntei os cogumelos, demolhados e escorridos e deixei que se embebessem no azeite.
Juntei também 2 chávenas de chá de arroz carolino, envolvendo bem.

Depois fui juntando a ultima água de demolhar os cogumelos, que entretanto, aqueci.
Fui sempre mexendo para não deixar secar e juntando mais água quente, sempre que necessário.

Para acompanhar este belo arroz, panei e fritei uns bifinhos de peito de frango.

Um beijinho especial de Bom Ano Novo para a MZ!
Se contares... conta comigo!


sábado, 26 de Dezembro de 2009

Robalo Recheado e Assado

Acho que quem passa por aqui, já conhece a minha «mania» de rechear peixes...
Desta vez, foi um robalão simpático... estava mesmo a pedi-las!

A Maria só o abriu ao meio. Desta vez não retirou a espinha central, o que não foi uma muito boa ideia, na hora de servir...

Cortei uns camarões frescos aos pedacinhos.

Misturei-os com 3 colheres de sopa de maionese e temperei com uma pitadinha de flor de sal, outra de pimenta moida na altura e um pouquinho de alho em pó.

Barrei o interior do robalo com esta mistura.

Fechei o peixe (desta vez não prendi com palitos) e rodeei-o com batatinhas aos cubos e cebolinhas.

Reguei tudo com azeite e vinho branco, depois de polvilhar as batatas com flor de sal e uma pitada de alho em pó.

Levei ao forno até as batatinhas ficarem assadas.

O vinho era rosé... não era o duque nem o conde...
Mas da Herdade Paço do Conde... lol!


quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

Feliz Natal

Este ano, o Pai Natal enviou-me 1 mail...

... pedia para não deixarmos cair a magia desta época tão especial!

FELIZ NATAL!!!


segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Cubos de Frango à Hortelão

Hoje é o 1º dia de Inverno!
Um dia frio, como o de hoje, pede mesmo um jantar assim, quentinho e bem cheiroso...

No tacho de barro preto, deitei 1 fio de azeite, 3 dentes de alho às rodelinhas e umas rodelas de chouriço cortadas ao meio.

Juntei 3 peitos de frango, cortados em cubos, temperados com sal, pimenta e pimentão doce.
Juntei também 6 cebolinhas, meio pimento amarelo às tiras e 400 g de ervilhas congeladas.

Reguei com 1 copo de vinho branco e deixei sobre lume brando uns 10 minutos.

Acrescentei ainda 4 batatas doces, cortadas em cubos e envolvi.
Deixei cozinhar, com o tacho tapado, durante mais 15 minutos.

Por mim, salpicava com 1 raminho de salsa picada, mas hoje fiz a vontade ao P e não coloquei ervinhas nenhumas...


sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Choquinhos na Cataplana

Choquinhos na cataplana, fazem sucesso aqui em casa, pelo menos para 2 de nós...

Na cataplana, coloquei azeite e dentes de alho às rodelinhas.

Quando o azeite ficou quente, juntei os choquinhos limpos, mas ainda com alguma tinta.

Por cima, coloquei um raminho de coentros.

Fechei a cataplana e deixei-a sobre lume brando durante uns 15 minutos.

Abri a cataplana e coloquei, dentro do molho que se formou, batatas cozidas com pele e depois peladas e cortadas ao meio.

Estavam tão bons que o «Duque de Viseu» também jantou connosco!

terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Ensopado de Borrego na PP

Não sei viver sem as minhas panelas de pressão...
não, não me enganei no plural!
Tenho 3...
Na panela de pressão coloquei azeite, 5 dentes de alho às rodelinhas, 1 cebola roxa e outra branca às rodelas.
Levei ao lume até a cebola murchar um pouco.

Coloquei 1 Kg de borrego (perna e costelas), cortado aos pedaços e temperado só com sal sobre a cebola.

Temperei com pimenta rosa moída na altura.

Juntei também 3 colheres de chá bem cheias de massa de pimentão.

Por cima da carne, coloquei um raminho de salsa.
Quando o borrego tomou cor, juntei meio copo de brandy e meio copo de água.
Tapei a panela.
Contei 30 minutos depois de apitar e baixar o lume do fogão.

Num prato fundo, coloquei fatias de pão de Mafra e umas batatas cozidas.
Deitei o borrego e o respectivo molho sobre elas e decorei com uns raminhos de hortelã.

Que cheirinho bom ficou na minha cozinha...


quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

Pescada Enrolada e Recheada

Uma pescada com 2,5 Kg é quase uma miragem...
Sai a cabeça e o rabo, escala-se o centro e...
Temperei o rectângulo obtido com flor de sal, pimenta moida e alhos picados.
Ficou a descansar (a pescada, claro... embora a Maria também precisasse, depois da trabalheira que a dita cuja deu...).
Cobri com 6 fatias de fiambre.

Por cima do fiambre, coloquei 4 fatias de queijo flamengo magro (que bem fica a expressão queijo magro!).

Depois, foi a vez de umas nozinhas de maionese e de uns camarões previamente cozidos e descascados.

Enrolei (como se fosse uma torta) bem justinho e prendi bem com palitos.
Por cima. coloquei 3 camarões cozidos e descascados.
Reguei com 1 fio de azeite.
Em volta, foram as batatinhas descascadas e polvilhadas com flor de sal.
Salpiquei a pescada e as batatas com pimentão doce e pão ralado.
Levei ao forno quente até as batatas estarem bem assadas.
Servi cortada às fatias.

Ainda há alguém que diga que pescada é prato para doentes?!


segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

Empadão, o Bolonhês

Este não tem nada que saber...
apesar disso tem cognome de rei!
Primeiro, preparei a carne de vaca picada como se fosse para fazer um esparguete à bolonhesa.
Fiz puré de batata (nos dias de tempo faço com batatas a sério, nos dias de pressa é mesmo do instantâneo) e temperei com sal (pouco), pimenta, noz moscada e sumo de limão.
Coloquei metade do puré num pirex.

Por cima desta camada de puré de batata, espalhei a carne à bolonhesa.
Depois cubri a carne com a outra metade do puré.

Pincelei a superfície do empadão com 1 gema de ovo batida e enterrei nele umas rodelas de chouriço.
Depois levei a forno quente, para ficar dourado.

Tal como de um rei que se preze - sobrou uma boa memória!!!!

sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

Fritada de Entrecosto

Perdoa-se-lhe o mal que faz pelo bem que sabe...
Temperei, de um dia para o outro, pedacinhos de entrecosto com sal, massa de pimentão, alhos picados, uma folha de louro partida e 1 copo de vinho branco.
Guardei no frigorifico.

No dia seguinte, juntei à marinada cubinhos de batata e envolvi muito bem.

Fritei, em óleo bem quente, depois de escorrer da marinada.

Escorri, sobre papel absorvente, e servi com uma salada verde.

E pronto, já está...
Quando o rei faz anos, tudo é permitido!