sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Frango com Laranja e Alecrim

Toda a gente gosta de um franguinho estufado...
pelo menos aqui!
Coloquei 1 frango, cortado aos pedaços e sem pele, no tacho de barro preto.
Juntei 1 cebola picada, 2 dentes de alho esmagados, 1 folha de louro, o sumo e a polpa de 1 laranja.
Temperei com sal, pimenta e 2 hastes de alecrim.

Tapei o tacho, levei a lume brando e contei 25 minutos depois de levantar fervura.
Acompanhei com batatas fritas e rodelas de tomate, salpicadas com azeite e polvilhadas com flor de sal.

Foi rápido e ficou muito mais que simplesmente bom...


segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Goraz Assado com Laranja

Já vos tinha contado que não consigo resistir a um belo goraz fresquinho, com aqueles olhos que parecem faróis a olharem para mim...

Desta vez, coloquei-o num pirex untado de azeite, temperei com sal e sumo de meia laranja, por fora e por dentro da barriga, onde enfiei 1 dente de alho esmagado.
Acompanhei-o com batatas aos cubinhos, 1 cebola roxa e 1 branca, cortadas em meias luas e metades de rodelas de laranja.
Coloquei também uma metade de rodela de laranja dentro da barriga e outra na cabeçorra do peixe.
Salpiquei com dentes de alho muito picadinhos, sal, pimenta e pimentão doce.
Reguei com o sumo de 1 laranja misturado com meio copo de vinho branco.

Levei ao forno até assar.

Este era o meu prato, claro, tem a cabeçorra...

Agora era só polvilhar com salsa picada, só não o fiz porque o P não gosta...


sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Entrecosto Boa Companhia

A boa companhia não foi só para o entrecosto no forno...
A E e o R vieram almoçar; excelente companhia para nós também!

A companhia do entrecosto foram: um puré de maçã reineta...

e uns simples grelos cozidos...

O entrecosto não é nada de novo:
coloquei-o, cortado em tiras, no fundo de 1 pirex.
Temperei-o com sal, pimenta preta, alhos picadinhos e massa de pimentão.
Reguei-o com brandy e azeite.
Entalei umas metades de batata entre as tiras e levei ao forno quente.
Cerca de 40 minutos depois, tirei do forno e reguei com 1 fio de mel de medronho.
Voltou ao forno, até ficar bem tostadinho.

Simples e delicioso, hem?

quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Polvo no Forno com Orégãos

Mais uma vez fiz polvo só para euzinha... já que mais ninguém gosta de comer o bicharoco!
A 1ª metade comi cozido, com batatinhas, esta 2ª fiz no forno com orégãos...

Primeiro cozi o polvo.
Desta vez experimentei a técnica da minha colega Cris.
É assim:
Coloquei uma panela com água ao lume e deixei ferver.
Introduzi o polvo, com 1 garfo e, quando a água deixou de ferver, retirei-o.
Voltei a metê-lo na água, quando retomou a fervura, e voltei a retirar.
Repeti esta operação 3 vezes.
Por fim, deixei-o cozer por 25 minutos.
O resultado foi excelente: polvo mais tento nunca provei!!!!

Cortei metade do polvo aos pedacinhos que coloquei dentro de 1 pirex.
Juntei 3 batatinhas descascadas e cortadas em cubinhos.
Temperei as batatas com umas pedrinhas de sal.
Salpiquei tudo com 3 dentes de alho e 1 cebola picadinhos. pimenta moida, reguei com bastante azeite, um pouco de vinho branco e, por cima, folhinhas de orégãos frescos.
Levei ao forno quente, por 30 minutos.

Surpreendentemente agradável este aroma e sabor a orégãos...


domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Coelho à Caçador(a)

Não há caçador nem caçadora aqui...
Este é o coelho que aprendi a cozinhar com a minha mãe e que me desperta sempre memórias sensoriais bem agradáveis!

Na véspera, coloquei 1 coelho, cortado aos pedaços, numa marinada com:
meio litro de vinho tinto, sal, pimenta, dentes de alho às rodelinhas. 5 cravinhos, 1 folha de louro e umas folhinhas de alecrim.
Deixei ficar assim toda a noite.
Num tacho, coloquei azeite, mais 1 dente de alho e 1 cebola roxa grande, cortada em meias luas.
Deixei a cebola murchar.

Então junto 2 ou 3 tomates maduros, mas firmes, em pedacinhos.
Desta vez juntei este pacote (preguiça mesmo...).
Deixei ferver um pouco.

Juntei então o coelho e a marinada.
Dei uma mexidela com a colher de pau e deixei cozinhar em lume brando, com o tacho tapado, durante uns 35 minutos.

À parte, cozi batatas com pele, deixando-as ficar bem firmes.
Escorri-as e pelei-as.
Juntei-as ao coelho, no tacho, e deixei-as acabar de cozer, enquanto o molho apurava.

Este coelho começa feio, mas acaba bonito e bem saboroso...


quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Rolo de Carne com Arroz de Cogumelos

Gosto de rolos de carne...
Dos mais ricos aos mais simples... como este!
Untei a forma com azeite.
No fundo coloquei uns pedacinhos de bacon e dos lados fatias de mozzarella fresco.
Temperei 500 g de carne de vaca picada com sal, pimenta e alhos picadinhos.
Juntei 1 pãozinho (duro) ensopado em água e depois espremido.
Misturei bem com a ajuda de 1 ovo inteiro.

Deitei a carne dentro da forma, calquei com a colher de pau e levei ao forno.
Esperei cerca de 35 minutos, espetei com 1 palito e,omo saiu seco, tirei do forno.

Deixei arrefecer um pouco e desenformei.

Acompanhei com um arroz de cogumelos, armado em risotto.

Não sei de qual gostei mais; se do rolo, se do arroz!!!!


sábado, 6 de Fevereiro de 2010

Cachuchos com Laranja e Maçã

Era uma vez três salmonetes que , por motivos celestiais (que agora não interessam nada...) não quiseram vir comigo.
Mas estes três cachuchos não foram nada esquisitos!!!!
Aconcheguei-os, depois de arranjados, num pirex, sobre 2 cebolas em meias luas e 3 dentes de alho esmagados.
Em volta coloquei batatinhas descascadas e gomos de 3 maçãs reinetas.
Temperei com sal, pimenta rosa moída, alhos picadinhos e umas pitadas de pimentão doce.
Reguei com o sumo de 2 laranjas misturado com igual quantidade de vinho branco.
Borrifei com salpicos de margarina liquida.
Deixei ficar assim por 2 horas.
Levei ao forno, por cerca de 40 minutos.

Ficaram deliciosas e bem cheirosos, talvez um pouco doces...
Acharam os esquisitinhos, eu cá gostei!!!!

segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Caldeirada de Lulas

Também lhe poderia chamar lulas estufadas com batatas...
Mas, assim, é mais apelativo, não?
No tacho de barro, coloquei 1 fundo de azeite (gosto mesmo desta expressão usada pelo amigo Cupido, soa-me bem...), 1 cebola roxa em meias luas e 3 dentes de alho esmagados.
Juntei, alternadamente, rodelas fininhas de batatas, rodelas de 6 lulas frescas e os respectivos tentáculos.
Temperei com pouco sal, pimenta preta moída na altura e uns pózinhos de colorau.
Reguei tudo com 1 copo de vinho branco e juntei coentros picados.

Tapei o tacho e levei ao lume, por cerca de 20 minutos.
Antes de servir, salpiquei com umas folhinhas de hortelã.

Não posso dizer que tenha corrido mal, nada disso...
Mas o meu tachinho de barro de estimação despediu-se de mim e do mundo!
Foi-se de vez!!!!!