quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Sopa de Grão com Espinafres (Trilogia 118)

Quando o Amândio disse, ao Luís e a mim, que o tema desta 118ª semana seria espinafres, eu lembrei, com saudade, de uma sopa deliciosa e reconfortante que a minha mãe fazia nos dias de inverno...


Deixei de molho, de um dia para o outro, 700 g de grão.
Cozi-o, na mesma água, com uma cebola roxa cortada em quartos e um pedaço de barriga fumada cortada em 4 pedaços.
Temperei com sal. 


Entretanto, arranjei e lavei um molho de espinafres.


Quando o grão ficou cozido, retirei os pedaços de barriga fumada e os grãos suficientes para encher uma tigela.
Piquei, com uma faca, a barriga fumada.
Passei com a varinha, juntei de novo a barriga fumada, os grãos inteiros (que tinha retirado) e as folhas de espinafres.
Deixei levantar fervura, baixei o lume e deixei sobre ele a panela, durante uns minutos. 
Fui mexendo frequentemente e, no final, juntei um fio de azeite.


Esta é a minha 2ª sopa na história das trilogias!
As duas especiais, embora por motivos bem diferentes...



5 comentários:

  1. Muito boa e, pela 1º vez, um post com sabor: foi a sopa do meu jantar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto é o que se chama ser trilógicos de bom gosto... lol!

      Eliminar
  2. Uma das minha sopas favoritas. Adoro.
    Beijinhos
    Lita

    ResponderEliminar

Bem vindos(as)!
Obrigada pela visita e também pelo comentário.