segunda-feira, 28 de março de 2011

Arroz de Pato à ElePontes

Não é 4ª feira, dia de trilogia, não...
O tempo só se adiantou 1 hora e não 48.
Mas sim, este é o arroz de pato no forno, feito pelo Luís (na 14ª) e copiado por mim...


Cozi o pato, em água e sal, na panela de pressão, até ficar muito tenro.
Limpei-o de peles e ossos e fiz em pedaços.
Retirei alguma gordura da água de cozedura do pato, coloquei-a num tacho e refoguei nela 2 cebolas às rodelas, 3 dentes de alho esmagados, 1 folha de louro e noz moscada.


Quando a cebola começou a alourar, temperei com pimentão doce e juntei meio chouriço partido em rodelas.
Juntei também os pedaços de pato, temperei com sal, pimenta e salsa picada grosseiramente. 


Cozi arroz no caldo de cozer o pato, deixando-o ainda rijinho.
Coloquei três quartos do arroz, escorrido, numa assadeira.


Por cima, espalhei o refogado de pato.


Cobri com o arroz restante e decorei com rodelas de chouriço.


Levei ao forno uns 20 minutos.


Fez toda a diferença usar a gordura do próprio pato, em vez de azeite, no refogado com a carne do dito cujo.
Arroz 5 estrelas, este...

2 comentários:

  1. já sigo com muita atenção as vossas trilogias e acho girissímas. a propósito delas fiz as bolinhas de alheira e adorei.

    bjos

    ResponderEliminar
  2. Um belo arroz, sim senhora. A bondade da receita, contudo, não te tira o mérito da bela execução.

    beijinhos

    ResponderEliminar

Bem vindos(as)!
Obrigada pela visita e também pelo comentário.