domingo, 30 de Setembro de 2012

Coelho com Pleurotus

Adoro cogumelos, de todas as «marcas»...
Hoje havia pleurotus... deliciosos!


O coelho, partido em pedaços, dormiu a noite numa marinada de vinho tinto, sal, pimenta moída, 6 cabeças de cravinho, alho em pó e 2 hastes de alecrim.


Num tacho, deitei um fio de azeite e 2 colheres de sopa de banha.
Juntei 3 dentes de alho esmagados, 2 cebolas em meias luas, 1 pimento amarelo e meio pimento vermelho (o vermelho era maior do que o amarelo) cortados em tiras.
Juntei também uns cubinhos de bacon.


Rebolaram uns minutos.
Foi a vez de entrarem no tacho 200 g de polpa de tomate.


Mexi bem com a colher de pau e coloquei, dentro desta mistura, o coelho e a respetiva marinada.
Deixei que estufasse com o tacho tapado durante cerca de meia hora.
Nos últimos 10 minutos juntei os pleurotus e deixei apurar, com o tacho destapado.


Já fora do lume, polvilhei com salsa picada.
Acompanhei este coelho com batatas fritas e uma salada verde.


Almoço perfeito de domingo de outono, este!



sábado, 29 de Setembro de 2012

Mimos de Garoupa

Já tinha panado pedaços de garoupa por aqui... e não correu  nada mal.


Arranjei uma posta de garoupa, retirando-lhe as espinhas e a pele.
Reservei os pedaços tirados da barriga, com os quais preparei um arroz de peixe.


Cortei a restante posta em palitos bem grossos (quase paralelepípedos).
Temperei-os com sal, uma mistura de pimentas rosa, verde e branca e alhos picados.
Reguei-os ainda com o sumo de uma lima e reservei no frigorífico por uns 20 minutos.


Depois passei-os sucessivamente por farinha, ovo batido e pão ralado.
Fritei-os em azeite bem quente, até ficarem uniformemente dourados.
Escorri-os sobre papel absorvente e servi-os com o arroz de garoupa (ao qual juntei cenoura em rodelas) e umas azeitonas pretas.


Bonitos eles, não?
Deliciosos também.


quinta-feira, 27 de Setembro de 2012

Caldeirada de Linguados

Bem verdade quando se diz que as coisas simples podem ser muito mais que só boas...
Às vezes até gostava que desse para saborear; assim provava-se que não são precisos estardalhaços para obter um jantar 5 estrelas.


Cobri o fundo de um tacho largo com azeite.
Juntei-lhe 3 dentes de alho esmagados, 1 cebola grande em meias luas. 1 tomate cortado em pedacinhos e meio pimento vermelho em tiras finas.
Temperei com pimenta moída e umas pedrinhas de sal.


Deixei-os rebolar uns minutos e sobre eles coloquei rodelas de batatas salpicadas com pedrinhas de sal.
Tapei o tacho e deixei cozinhar por uns 10 minutos.


Ao fim desse tempo, destapei o tacho e, sobre as batatas,deitei 3 meios linguados (previamente temperados com sal e sumo de lima) e 9 camarões descascados.


Tapei o tacho novamente e deixei sobre lume brando mais 5 minutos.
Polvilhei com um raminho de coentros picados.


Qualquer dia mudo o nome do blog para «Peixes com a Anna...», lol!




quarta-feira, 26 de Setembro de 2012

Quindão (a 99ª Trilogia é do Brasil)

Viajámos os 3, AmândioLuís e eu até ao país irmão, a mando do primeiro...
Por aqui saiu quindão, chegadinho do nordeste brasileiro e mano grande dos quindins.

Misturei, delicadamente, 10 gemas de ovos, 200 g de açúcar, 50 g de coco ralado e 150 ml de leite de coco. 


Untei abundantemente uma forma com manteiga e polvilhei-a com açúcar.
Deitei-lhe o liquido obtido.


Levei ao forno (médio), em banho-maria, até ficar dourado e o coco ralado subir à superfície, na forma.


Desenformei quando ficou morno e levei ao frigorífico até servir.


E é mesmo o mano grande dos quindins, este quindão feito especialmente para gulosos... 



domingo, 23 de Setembro de 2012

Caldeirada de Pregado

O pregado tem vindo a conquistar-nos...
No forno, frito, em ensopado e hoje... de caldeirada!


Num tacho largo, deitei azeite, 3 dentes de alho esmagados, 1 cebola grande cortada em meias luas, 3 tomates maduros em pedacinhos e meio pimento vermelho e 1 amarelo em tiras.
Temperei com sal, pimenta moída e pozinhos de pimentão doce.
Deixei-os rebolar um pouco para se conhecerem bem.
Sobre esta cama coloquei uma camada de batatas cortadas em rodelas.


Sobre as batatas, o pregado cortado em 3 postas que cortei ao meio, paralelamente à espinha do peixe (obtive 6 pedaços).
Salpiquei com pedrinhas de sal, juntei um ramo de salsa, 1 copo de vinho branco e deixei suar com o tacho tapado.
Retirei a maior parte da salsa e servi.


Ficou bom de verdade...
Quase posso concluir que pregado fica bem de qualquer maneira.



sábado, 22 de Setembro de 2012

Filetes de Carapaus

Gostei tanto destes filetes que tinha de experimentar com carapaus...
E não me arrependi!


Os carapaus foram escalados e decapitados.
Temperei os filetes com pedrinhas de sal, pimenta moída, alho em pó e umas folhas de louro.
Borrifei-os com sumo de limão e reservei no frigorífico.
Passei os filetes por farinha e ovo batido e fritei-os em azeite quente.


Escorri-os e salpiquei com gotas de sumo de limão, enquanto estavam quentes.
Acompanhei-os com arroz de tomate e coentros.


Ficaram quase tão bons como os de sardinhas...
Terei de repetir ambos!

quarta-feira, 19 de Setembro de 2012

Espetadas Grelhadas (Trilogia 98)

O Luís estava mesmo a adivinhar que o Verão se ia arrastar pelo setembro dentro quando propôs fazermos grelhados ao Amândio e a mim...


Eu fiz umas simples espetadas de lulas (e outros).
No pauzinho de madeira coloquei:
- meia cebolinha;
. 1 rodela de chouriço;
- 1 camarão descascado;
- 1 anel de lula fresca;
Depois repeti esta sequência mais uma vez e terminei com a outra metade da cebolinha.


Levei-as a grelhar.


Deixei-as passar dos dois lados e acompanhei-as com batatas cozidas com pele e depois peladas.
Reguei-as com um fio de azeite.


Esta combinação de sabores não resultou nada mal...e só faltam 2 para o centenário destas tris gostosas…


sábado, 15 de Setembro de 2012

(Um) Polvo de Petisco à Cupido

Sabia que mais tarde ou mais cedo iria experimentar este polvo que vi no Garficopo e que prometia ser qualquer coisa de especial...


Cozi um polvo congelado com pouco mais de 800 g, durante uns 40 minutos, em água a ferver temperada com umas pedrinhas de sal.


Escorri-o, deixei-o arrefecer e cortei-o em pedaços que reservei.
Cobri o fundo de uma frigideira com azeite, juntei 3 dentes de alho esmagados, pimenta preta moída, 1 malagueta e uns pozinhos de pimentão doce.
Deixei o azeite aquecer e juntei-lhe os pedaços de polvo.
Deixei-os rebolar no azeite por uns 5 minutos, em lume brando.
Retirei do lume, polvilhei-o com salsa picada e acompanhei com fatias de pão de Mafra.


Hoje fui gulosa: comi-o todinho!
É que estava bom demais...


quarta-feira, 12 de Setembro de 2012

Ensopado de Pregado (Trilogia 97)

Fui eu mesma quem disse do ensopado ao Amândio e ao Luís...
e fiz um com pregado. 


Num tacho, deitei um fio de azeite generoso, uma cebola grande cortada em meias luas, 2 tomates maduros  e firmes aos pedaços, meio pimento vermelho e meio amarelo em tiras largas, 2 dentes de alho esmagados, 1 pernada de hortelã e pimenta branca moída.


Sobre eles coloquei um pregado, temperado com sal, e cortado em postas e deitei vinho branco até ao nível das mesmas.
Levei a lume brando, com o tacho tapado, durante cerca de 40 minutos.


Entretanto, cortei um pão de Mafra em fatias e, com elas, cobri o fundo de um prato de serviço.


Sobre o pão deitei o peixe e o molho, rejeitando apenas a pernada de hortelã,
Esperei um pouquinho para o pão ficar bem ensopado.
Juntei ainda mais hortelã fresca.


Foi o primeiro ensopado que fiz com peixe.
Gostei!
O próximo deverá ser com tamboril....



domingo, 9 de Setembro de 2012

Garoupa Escondida

Vi aqui, no Garficopo, um empadão de pescada que me pareceu a forma perfeita de esconder uma posta de garoupa cozida...


Cozi uma posta de garoupa em água temperada com sal, grãos de pimenta esmagada, 2 dentes de alho esmagados, com casca, uma rodela de limão e um raminho de salsa.
Deixei-a arrefecer e lasquei-a.
À parte cozi umas batatas e 2 ovos.


Deitei um fio de azeite no fundo do tabuleiro de barro.
Espalhei bem o  azeite, esfregando o fundo do tabuleiro com um dente de alho esmagado.
Coloquei dentro as batatas escorridas e esmaguei-as com um garfo.
Sobre elas coloquei a garoupa e os ovos cozidos e cortados em rodelas.
Reguei com mais um fio de azeite.


Entretanto fiz molho béchamel com manteiga, farinha e leite.
Temperei-o com sal e pimenta moída,
Espalhei-o sobre a garoupa e o ovo e salpiquei com 100 g de queijo parmesão ralado.


Levei ao forno quente para dourar.
Acompanhei com azeitonas pretas e uma salada de alface.


E... ninguém rabujou com o peixe cozido.



quarta-feira, 5 de Setembro de 2012

(Grande) Pequeno Almoço da Ana (Trilogia 96)

Nesta 96ª semana, foi o Amândio quem ditou, ao Luís e a mim, o tema:
pequeno almoço
Quem me conhece bem sabe que pequeno almoço não é bem a minha «praia»... 
mas preparei este, que tal?


E foi assim:
- um pãozinho com manteiga, queijo e fiambre;
- sumo de 2 laranjas com 3 pedrinhas de gelo e um pezinho de hortelã;
- iogurte grego (com lima e tangerina que é o meu preferido).

Para terminar de forma perfeita, não poderia faltar a minha mais que tudo - uma bica.


E não querem lá ver?
Soube-me mesmo muito bem...



terça-feira, 4 de Setembro de 2012

Linguados em Cama de Veggies

Nem fritos, nem grelhados nem no forno...
é que variar é preciso!!!


Num tacho, com o fundo coberto de azeite, rebolei alhos picados, cebola em meias luas, 1 tomate aos cubos e meio pimento amarelo e meio pimento verde às tiras.


Depois juntei-lhes uma mão cheia de ervilhas congeladas e deixei que descongelassem.


Sobre esta cama colorida, deitei 3 metades grandonas de linguado, salpicadas com sal e ainda cerca de meia dúzia de cogumelos frescos fatiados.
Borrifei com vinho branco, tapei o tacho e deixei suar por quase 10 minutos.


Deixei apurar um pouco com o tacho destapado.
Acompanhei com umas batatas cozidas com pele e depois peladas.


Pode nem parecer, mas ficaram muito melhores que só bons...