quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Açorda de Míscaros do Luís

É o ElePontes quem me faz sair da rotina na cozinha, que me põe a experimentar coisas novas ou diferentes... e a pensar também...
Vejam lá a delícia desta açorda!


Primeiro foi a árdua tarefa de retirar a areia aos míscaros sem usar água.

É melhor irem espreitar os conselhos do Luís... eu confesso que tive algumas (grandes) dificuldades.

Só arranjei um pouco menos de 500 gramas dos ditos cujos.

Coloquei azeite e dentes de alho picados, num tacho, e deixei aquecer.

Juntei os míscaros, cortados em pedacinhos e deixei uns 5 minutos sobre lume brando.

Entretanto, fui fritando linguados, cortados às postas, temperados com flor de sal e passados por farinha.

Retirei os míscaros com a ajuda de uma escumadeira e juntei ao azeite e liquido deixado pelos mesmos, 1 pão de Mafra (da véspera), cortado às fatias, embebidas em água e espremidas e envolvi com 1 colher de pau.

Fui mexendo até obter uma açorda lisinha e bem ligada.

Juntei 1 molhinho de coentros frescos picados e os pedacinhos de míscaros.

Acompanhamento perfeito para quem gosta de cogumelos, como eu...

15 comentários:

  1. hum que acorda boa mas confesso miscaros nao me agradam tenho receio de os destinguir mal.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Nunca comi míscaros, aqui não se encontra muito. Em Coimbra via muitos à venda mas nunca comprei... só de pensar em como limpar aquilo, desistia :) Ficou com bom aspecto!

    ResponderEliminar
  3. Nunca comi miscaros, mas este pratinho ficou com optimoa specto!
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Esses miscaros na minha aldeia chamam-se de sanchas...
    Assim como já os tortulhos, q postei um belo arroz, estas sanchas/miscaros tb adoro...
    Mas pr os apanhar tem mesmo de ser com quem perceba mesmo...

    Um optima refeiçao e deliciosa...

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Aninhas isso é que é do bom!!!beijokas:**))

    ResponderEliminar
  7. Anna que rica açorda pode ser um pratinho para mim!!!um beijo.))

    ResponderEliminar
  8. que açorda mais boa....e com peixinho....
    bj e boa semana

    ResponderEliminar
  9. A açorda deve ser óptima,não dará para utilizar as celebres latinhas ou então dos cogumelos normais?
    Quando olhei lembrou-me a couve a soco,penso ainda esta semana passar a receita no meu cantinho.Beijokas

    ResponderEliminar
  10. Que giro... aibda hoje a minha mãe me perguntou se eu queria miscaros, que o meu pai vai apanhar amanhã. Já não como há anos e disse-lhe logo que sim eheh

    Essa tua açorda deixou-me com vontade de experimentar... só ainda os comi com arroz ou batatas.

    Bjokas e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. Anna ficou uma açorda maravilhosa!um beijo:))

    ResponderEliminar
  12. Anna isso é que se pode dizer uma boa açorda...um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Addooorroo essas miscaros, mas há praí uns 20 anos que não como, desde que começei a trabalhar em hospitais e via as familias de um dia para o outro ficarem sem figado e sem a vida até!!! não consigo!!!! mas ao vê-los nessa açorda que eu adoro, quase perco a cabeça hehe
    bjinhos

    ResponderEliminar
  14. À primeira vista esta receita parece-me deliciosa.
    Fica apenas o reparo ao tempero do peixe. A flor de sal é mal empregue em pratos que se vão cozinhar. É óptima para pratos em cru, como por exemplo saladas. É só a minha opinião.

    ResponderEliminar

Bem vindos(as)!
Obrigada pela visita e também pelo comentário.