quarta-feira, 4 de julho de 2012

Saladinha (provável) de Petingas (Trilogia 87)

Os meus companheiros de trilogia, às quartas, gostam de brincar!
Na semana passada, o Luís atirou com improvável, logo o Amândio respondeu com um provável...
E eu que me desembrulhe destas propostas «quase» filosóficas!
lolol...


Nada mais provável cá em casa se eu chegar tarde e me prepararem o jantar (coisa rara de acontecer, mas possível...).
É uma saladinha de feijão frade com cenouras, nabo e ovo cozido... e uma lata de petingas de conserva em azeite.
No final, um fio de azeite, uns borrifos de vinagre e umas folhinhas verdes a salpicar (salsa ou coentros).
O nabo é o segundo provável desta não história: ele  faz toda a diferença e até se torna uma companhia indispensável para as petingas, tornando-se bem provável a sua entrada nesta dança.


Foi um final saboroso para um dia comprido e quente, daqueles que parecem não acabar... 

3 comentários:

  1. ora uma óptima salada para mais uma trilogia girissima!

    ResponderEliminar
  2. Lindo!
    Adorei seu blog.
    Vamos ser seguidoras?
    Quer?
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Adoro essa comidinha, a sua deve ter ficado deliciosa, pelo aspecto logo se vê.

    Tenha um excelente fim de semana, bjs

    ResponderEliminar

Bem vindos(as)!
Obrigada pela visita e também pelo comentário.