terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Borrego afogado em Cerveja

Desta vez, o borrego afundou-se num mar de cerveja com cheirinho de alecrim...
No tabuleiro de barro, coloquei fatias de uma perna de borrego temperadas com massa de pimentão, pimenta preta moída na altura, 3 dentes de alho às rodelinhas, 2 folhas de louro partidinhas e um pouquinho de sal.
Em volta do borrego, coloquei batatas aos cubinhos temperadas com sal, alhos e e colorau.
Reguei com uma lata de cerveja (33 cl), um fio de azeite e coloquei as folhinhas de duas hastes de alecrim.
Levei ao forno até ficar com uma cor bem tostadinha.
Tirei do forno e juntei umas folhinhas de hortelã.
Nada mau!!!
A brigada refilona começou logo a protestar com o cheiro que se espalhou pela cozinha, mas até se portaram muito bem na «limpeza» dos pratos...

18 comentários:

  1. Ó Anna, isso faz-se ao bicho? Ao menos embebedavas o tipo com whisky que era mais finório... ;)
    Confesso que é uma das carnes que não vai à minha bola... :(
    Quando tenho de comer chicha, atiro-me ao porco!
    Mas esses "esquisitinhos", têm que se lhe diga, hein?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Anna, esse é o tipo de receita que adoro: cerveja e alecrim tem sido uma combinação frequente para os cozidos de carne aqui em casa.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  3. Boa ideia essa da cerveja em vez do tradicional "branco", provavelmente o que conseguiu realizar essa harmonização improvável com a hortelã final, que seria impossível se tivesse sido usado vinho.

    ...e assim, sim: Comam-se as batatas no seu melhor! :-)

    ResponderEliminar
  4. Eu gosto bastante de borrego e também já o tenho feito assado no forno, mas nunca experimentei pôr cerveja! Deve de ficar com um sabor interessante, apesar de eu não gostar de cerveja, mas também não gosto de champanhe e fica muito bom na comida, por isso quem sabe?! :)
    Bjcas.

    ResponderEliminar
  5. Anna adoro borrego de todas as maneiras,embora quando o faço, tenho que o temperar de véspera, pq tenho uma esquisitinha que o borrego não pode ter o cheiro caracteristico rsrsrs o teu ficou óptimo sem dúvida,beijocas.

    ResponderEliminar
  6. Gosto muito e borrego.Nunca experimentei pôr cerveja mas deve dar um gostinho especial.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Receitinha deliciosa com esses temperos todos. Borrego é uma das minhas carnes preferidas, mas tem de ser assim muito bem temperada. :)

    ResponderEliminar
  8. Pessoalmente não gosto de borrego, mas adaptava muito bem esta receita com uma perna de perú que deve ficar fenomenal!

    ResponderEliminar
  9. coitado do borrego: afogado na bebedeira!!!
    mas olha que quase que consegui sentir o cheirinho aqui.

    ResponderEliminar
  10. ui cá em casa quem era afogada era eu se o biscoito soubesse que lhe ia assaltar as cervejas!!!! Nã... o pobre do bicho aqui tem que se embebedar com outra coisita!!!

    bjks grandes

    ResponderEliminar
  11. Bem eu se fizesse esse borreguinho cá em casa, penso que a afogada era eu heheh, se bem que o maridito já comeu em casa da minha mãe e até pensou que era cabrito, enfim homens!!
    bjinhos

    ResponderEliminar
  12. Curiosamente, acho estranha a associação da cerveja com o borrego - para o borrego, é mesmo whisky ou vinho branco e cerveja fica muito bem no frango (para mim) - mas se dizes que funciona, só posso dizer: sempre a aprender.

    ResponderEliminar
  13. Até eu limpava de bom grado o pratinho, bjs.

    ResponderEliminar
  14. Ana que cor linda ficou e o sabor já fico a imaginar. As folhinhas de hortelã deram um charme a mais nessa receita.
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. As folhinhas de hortelã frescas, mesmo no final, deram um sabor irresístivel, pelo menos para mim...
    Obrigada pelos comentários simpáticos e beijinhos para todos.

    ResponderEliminar

Bem vindos(as)!
Obrigada pela visita e também pelo comentário.