terça-feira, 3 de junho de 2008

Arroz Selvagem com Ervilhas Tortas

Desde que conheci e passei a visitar o blog maravilhoso da Miss Slim, que dou comigo a passear por entre as prateleiras do Celeiro à procura de ingredientes até agora desconhecidos....

Desta vez trouxe arroz selvagem.

Desanimei com os 50 minutos de cozedura que vinham no rótulo, mas num dia de tempo comprido deitei mãos à obra:

Cozi o arroz selvagem em água temperada com sal (o dobro do volume do arroz), durante 50 minutos.

Escorri e deixei ficar.

Num tacho deitei 1 fio de azeite e 3 dentes de alho picados.

Juntei 300 g de ervilhas tortas com os fios tirados e partidas ao meio.

Cobri-as com 3 pernadas de hortelã e tapei o tacho com a tampa.

Deixei suar durante 10 minutos.

Ao fim deste tempo, destapei o tacho e juntei o arroz selvagem bem escorrido.

Misturei bem e rectifiquei o sal.

Foram acompanhamento de umas simples espetadas de cubinhos de lombo de porco, intervalados com rodelinhas de chouriço e quadrados de pimento verde.

17 comentários:

  1. É um arrozinho diferente para os amantes desse tipo de comida, já eu nunca comi quem sabe um dia,bjs

    ResponderEliminar
  2. Anna adorei!! eu julgava que só a Natércia fazia essas figuras, essa amiga para mim tem feito cada partida com os ingredientes que só visto contado não tem graça. Um bjs Natércia...

    ResponderEliminar
  3. Nunca provei arroz selvagem... tenho muita curiosidade. É um arroz muito bonito :) E com ervilhas de quebrar que eu gosto muito ;)

    ResponderEliminar
  4. Gostei deste arrozinho.Ainda não experimentei :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Que idéia tão boa! Fiz arroz selvagem apenas uma vez. Achei bem saboroso, mas acho que não acertei bem.
    bjs.

    ResponderEliminar
  6. Anna obrigado pela sua visitinha,agradeço,já andei a basculhar o seu blog,está muito bonito parabéns,já a tenho no meu link,passo a visitá la mais vezes,boa noite,bons sonhos.bjs Já agora,gosto muito de ervilhas tortas,com o arroz deve ligar muito bem.

    ResponderEliminar
  7. Anna já somos duas a procurar nas prateleiras dos superes...
    Tb tenho para fazer esse arroz,nunca provei mas vou tentar, nem sei qual o sabor.
    Esse prato está lindo com as belas ervilhas tortas.

    Bjinho!

    ResponderEliminar
  8. A minha "piolha" adora arroz selvagem, volta e meia tenho de fazer.
    Gostei desta versão com ervilhas tortas.

    Bjs

    ResponderEliminar
  9. É um arroz do qual gosto bastante mas pelo facto de demorar muito tempo a cozer, não o faço com muita frequência. Depois de ver as tuas fotos tão tentadoras, já estou a pensar em fazê-lo hoje para o jnatar... :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Adoro arroz e com ervilhas tortas...aiaiai...maravilha.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Já vi arroz selvagem à venda no Jumbo, mas não trouxe..arrependi-me, porque adorei esta sugestão com as ervilhas tortas!

    ResponderEliminar
  12. Olá Anna, obrigado pelo teu comentário.Já somos duas que gostamos do chefe Silva,Grande mestre,e com tanta simpelicidade,fazia belos (faz)belos pratos,mesmo as revistas que simples eram,e tanto nós gostava mos.Também ainda sem descansares?boa noite,dorme bem. bjos

    ResponderEliminar
  13. Olá Anna,
    E diz lá se esse arrozito não é o máximo ???

    Vale sempre a pena descobrir sabores novos e diferentes :)

    Bjo e Parabéns a tua receitinha está o máximo

    ResponderEliminar
  14. Um dia comprei uma coisa colorida que era uma mistura exótica de arrozes e, lá no meio, lá estava o selvagem. Vejo agora que foi grande "barrete": de facto aquilo cozeu tudo normalmente, ficou até muito lindo mas os selvagens ficaram duros como pedra e tinham de ser cuspidos, como espinhas!
    Claro que fiquei com uma má vontade incurável em relação a este arroz, mas vejo agora que o burro fui eu. :-)

    LPontes

    ResponderEliminar
  15. Também vi esse arroz à venda; com as ervilhas tortas deve ficar bem bom...

    ResponderEliminar
  16. adoro ervilhas tortas,arroz selvagens tenho de provar....
    mil beijos querida

    ResponderEliminar

Bem vindos(as)!
Obrigada pela visita e também pelo comentário.