domingo, 6 de janeiro de 2008

Polvo no Forno

O polvo e eu andamos sempre às guerras...
...desta vez, ganhei eu e ele não virou chiclete!

Levei 1 polvo a cozer com água, durante 30 minutos, na panela de pressão.

Descasquei as batatas e cortei-as ao meio.

Cortei o polvo em pedaços e coloquei-as num pirex com as batatinhas à volta.

Temperei com sal, pimenta, um pouco de paprika e 3 dentes de alho esmagados.

Reguei com 2 dl de azeite e salpiquei com 1 colher de sopa de vinagre de cidra.

Levei ao forno durante 40 minutos.

Servi salpicado com salsa picada.

Às vezes, como hoje, é tão fácil, outras o polvo torna-se num inimigo bem rijo... duro de roer!

31 comentários:

  1. Sabe que nunca fiz polvo em casa?
    Deixei a receita anotada!
    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  2. k bom adoro polvo........assado no forno nunca fiz,mas está na hora de experimentar..o teu ficou óptimo...bjokas

    ResponderEliminar
  3. Assim como a laurinha também nunca fiz polvo e sinceramente não tenho muita vontade em experimentar, não sei porque mas não me chama muito a atenção. De qualquer das formas tomei nota desta receita pois o prato está com uma cara óptima e quem sabe um dia me dê vontade de fazer...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Adoro polvo, mas no forno também nunca fiz. Já te copiei a receita, pois claro!

    Bj

    ResponderEliminar
  5. A minha ceia de fim de ano foi polvo no forno, simplesmente adoro.

    Uma boa maneira de ter a certeza de o polvo não ser duro é comprar congelado, os cristais de gelo rasgam as fibras rijas do polvo.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Hummmmmm maravilhaaaaaaaaaaaa
    Excelente para iniciar o ano com o pé direito!!!
    Fiquei fã!!!

    ResponderEliminar
  7. Eu cá sou uma defensora acérrima do pobre do polvo (é um dos meus pratos favoritos), apesar das partidas que ele às vezes nos prega. Por acaso nunca me aconteceu ficar tipo chiclete, mas já me aconteceu mingar tanto que não chegou para todos os convivas comerem e tive que ir à pressa cozer umas postinhas de bacalhau...

    bjs

    ResponderEliminar
  8. eu costumo saír-me sempre bem no polvo.. acho que tem sido uma questão de sorte.... lol
    gostei da receita, só tenho pena é de não ter sido servido na tal travessa....lol

    ResponderEliminar
  9. Minha linda, o segredo para o polvo ficar molinho é estar congelado pelo menos 1 semana .

    Fica uma seda, o meu polvo assado fica diferente, assim que tirar foto coloco lá no flog.
    Tenho lá a receita mas a foto não :)

    Adoro :)

    Kiss e Boa Semana .)

    ResponderEliminar
  10. Adorei a receita. Gosto muito de polvo e desde que o congelo um dia ou dois antes de cozer, e depois o cozo sem sal, nunca mais tive problemas de polvo "chiclete". Não sei se funciona se foi sorte....
    Vou esperimentar esta receita assim que comprar polvo.
    ( E muito obrigada pela visita ao cantinho novo e pelo carinho e pela amizade que lá deixaste).
    Bjokas
    Ana

    ResponderEliminar
  11. Eu já lutei tanto com esse malandrinho do polvo que confesso que desisti!! :( O teu está muito apetitoso :P
    bj

    ResponderEliminar
  12. Ainda bem que venceste essa guerra infame contra o polvo!
    Eu ia-te dar uma marizé antecipou-se.
    Eu além de utilizar congelado, uso sempre da mesma marca,e conforme o tamanho vario entre os 20 e os 25 minutos. Não falha!
    Está delicioso!

    ResponderEliminar
  13. Eu tenho medo de fazer polvo e ele ficar duro. :( Agora vendo sua receita me animo mais. :)

    ResponderEliminar
  14. Este inimigo bem rijo... duro de roer
    ficou bem apetitoso

    ResponderEliminar
  15. Aninha adorei o teu polvo tinha saudades da tua cozinha isto ainda não está bom mas já vir aqui aos poucos já me deicha feliz, sabes como o polvo fica sempre muito tenrrinho deitas um bocadinho de cortiça virgem junto ao polvo ele fica macio que até se desfaz coisas de gente antiga é o que eu sempre faço.um beijo Natércia...

    ResponderEliminar
  16. Obrigada pelos conselhos para cozer o polvo, eu já usei vários truques e umas vezes dá, outras não... talvez seja uma questão de sorte ou a qualidade do polvo.
    Só não uso polvo congelado, de marca, compro fresco e congelo em casa.
    A ideia de usar cortiça, já fiz com uma rolha, acho que não era virgem - lol!!!
    Beijinhos para todos.

    ResponderEliminar
  17. Amiga adorei esse novo visual do seu blog, lindinho demais.
    E a receita está um espetaculo.
    Beijos e ótimo 2008 para você e toda a sua familia.

    ResponderEliminar
  18. Batalha vencida...

    Muito bem (que saudades dum belo polvo no forno...)

    ResponderEliminar
  19. devia ser polvo do allgarve . esse fica sempre macio . lol

    ResponderEliminar
  20. querida anna, em relação á tua pergunta das lentilhas, tenho usado sempre secas.. ponho de molho de um dia para o outro e depois cozinho-as. mas acho que podes usar das enlatadas que já vêem cozidas que o resultado é o mesmo... e até te dá menos trabalho...lol

    ResponderEliminar
  21. lol com k então vences te o polvo,lol.
    Tb nunca fiz no forno,boa ideia.
    bjs.

    ResponderEliminar
  22. Olá Anna, BOM ANO para ti e para os que te são mais queridos.
    Adoro polvo e este está com um aspecto delicioso.

    O meu mano mais velho é pescador de fim-de-semana e os pescadores "profissionais" ensinaram-lhe que para o polvo ficar sempre tenro o segredo é o seguinte:
    1º Tem que ser congelado (quanto mais tempo de congelador melhor)
    2º Descongelar e lavar o polvo
    3º Descascar 1 cebola grande, parti-la ao meio e mete-la no fundo de uma panela
    4º Colocar o polvo em cima da cebola
    5º Deixar cozer o polvo muito lentamente
    6º Passado meia hora dar uma volta ao polvo

    O que vai acontecer é que o polvo e a cebola vão criar um molho onde o polvo vai sendo cozinhado. Demora mais ou menos (depende do tamanho do polvo) 1 hora. Mas o polvo fica sempre muito tenro e saboroso!.
    Bjs

    ResponderEliminar
  23. Faço muitas vezes arroz de polvo, mas no forno nunca fiz.Vou experimentar na próxima, porque deve ser delicioso.Um Beijinho

    ResponderEliminar
  24. Olá Anna, mas é claro que vais a tempo de experimentar chuchu e no caldo verde, hummmmm delicia:)

    Kiss :)

    ResponderEliminar
  25. ola,
    não gosto muito de polvo, mas o seu parece bem apetitoso.. ate arriscaria experimentar!
    bjs dani

    ResponderEliminar
  26. Anna,
    Esqueci-me de te dizer que depois de pores o polvo na panela a deves tapar para criar o tal liquido. De vez em quando abana-a para confirmar que o polvo não está a pegar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  27. Anna ensinaram-me já à muitos anos uma peixeira como cozer o dito.E não é que sai sempre tenrinho.Então é assim lava-se muito bêm o polvo corta-se as pontas dos tentáculos coloca-se na panela de pressão com uma xicara de água sem sal,feicha-se a panela e vai a cozer para um polvo de 3 a 4 kl são vinte minutos depois de começar a apitar.Se for mais pequeno é menos tempo...não sei se o congelado é igual nunca experimentei...beijinhos doces

    ResponderEliminar
  28. O congelamento resolve o problema da dureza.
    Compre o polvo já congelado em água do mar e corte-o em bocados pequenos. Ponha no tacho com muuuuuuita cebola picada e um fio de azeite. Não junte sal nem água. Tape o tacho e leve a cozinhar. Em meia hora está cozido, temperado e pronto para fazer um belo arroz juntando então o que quiser (tomate, vinho e, por fim, coentros)

    ResponderEliminar
  29. Olá,
    uma dica infalível para cozinhar polvo fresco é colocar o polvo a cozer no mínimo sem água, só com uma cebola descascada, com o tacho tapado... a cebola faz com que o polvo largue a sua àgua e ao cozer fica tenrinho... logo que começe a ganhar água pode aumentar o lume.
    Não precisa de colocar na panela de pressão e fica pronto num instante. Experimente.
    Beijos

    ResponderEliminar

Bem vindos(as)!
Obrigada pela visita e também pelo comentário.